domingo, 9 de setembro de 2018

pela janela do carro

não estou em são paulo
não estou em montes claros
não estou em lugar nenhum
quando queria mesmo
era estar no reflexo dos seus olhos
não estou em são paulo
não estou em montes claros
estou preso nesse dilema
com o banco recostado do meu carro
não estou em são paulo
não estou em montes claros
estou aqui, ensaiando o que dizer
quando acidentalmente nos encontrar-mos
não estou em são paulo
não estou em montes claros
estou inquieto nas músicas do tim maia
não estou em são paulo
não estou em montes claros
estou aprendendo a ler a palma da mão
para descobrir se iremos nos encontrar
não estou em são paulo
não estou em montes claros
estou preso em algum lugar