terça-feira, 10 de março de 2009

[minha amiga ana victorino]

fim de round
1 nocaute
ainda não desisti
catrumano volta pro cerrado
megalópole fica pra traz
e num
silêncio
1 adeus
sem
1 retorno.
provocações
seu arroz com feijão
e
muitas vezes
ou
quase sempre
me perdia nesse jogo.
o jogo
guerra/inferno
santo/carandirú
e a parede
entre eu e o nada.
tereza nem sonha
o carnaval nesse kaos
quem canta os males espanta
1 poema e 1 inimigo ganha
pedras no telhado
cacos pelo chão
passado/pau/de/galinheiro
e ainda falar da vida alheia.
amanhã vai ter sol.
amanhã vai ter sol.