quarta-feira, 22 de maio de 2013

fugindo do seu imediatismo


turvos são os sonhos de esquinas
límpida e sadia é a água do meu vaso
nenhum dente à mostra
nesse sorriso indecente
no convite para os gozos
velar palavras mortas e mal enterradas
mercado em promoções
alfaces em leilões para companhias
não há nada a fazer
para salvar o girassol