terça-feira, 12 de novembro de 2013

buffet tabaco

celebro o meu cansaço neste café frio
expectativas das promessas não feitas
interrompem o silêncio que não desejei
segunda feira muda quando o sol nasceu
na herança de dona penha,
descansa a última letra sem melodia
música que não decorei
01 violão que nunca aprendi tocar
endorfina que não veio
era o meio beijo o beijo inteiro
descobertas não descobertas
no seu corpo afro-catrumano.
retorno ao poema inacabado
na areia branca

01 poema aos seus cabelos encaracolados