terça-feira, 24 de novembro de 2009

detalhe

[para emma shapplin]


"o dilema do poeta

é muito além do amor ausente.

está presente no veneno

do corpo que ao lado dorme."