domingo, 20 de junho de 2010

alguma coisa acontece nesse jardim

[para ivone dantas]


ao som do canto
ao calor do colo
ao tato da pele
o toque me acorda
deixa as suas mãos libertas.
liberte os seus cabelos
um vinho
o relógio no lixo
nossos corpos nus
a dançar sobre a cama
corpo.nu.alma.nua.nos.consumindo
o tesão não para depois do gozo
meconsumateconsumo.
entre tantas poesias
ao som do canto do nosso gozo
ao calor do colo esse enlace
ao tato da pele o recomeço.