sexta-feira, 23 de julho de 2010

fome

entre as opções que
me cabem,
os canais que se abrem
o susto e o medo
de frente ao desejo
e a negra sina
fica bem lá, bem lá para tras.
há rumos, rimas e portas
colos e glórias,
o corpo quente
cotidianamente.
o meu destino na roda
eu giro/eu paro
programo onde quero chegar.
ariquemes quem sabe,
ou a paraíba ta logo alí.
um andarilho sem ler placas
01 esquema de viagem
na rota do sol.