terça-feira, 9 de agosto de 2011

dentro de mim, nós!

dentro de mim
cabem ainda
todos os dias que não vivemos juntos
e minhas narinas
guardam o cheiro da sua intimidade
dando sentido aos meus dias.
dentro dos meus lábios
cabem ainda todos os beijos não dados
assim como em meus olhos
cabem apenas o seu retrato.
dentro das minhas mãos estendidas
cabem todo o destino que quero dividir contigo
sem olhar para trás.
no meu corpo de 1.90
cabe tão perfeitamente o seu 1.60
que nem de salto você precisa
para ficar do meu tamanho.