sábado, 23 de setembro de 2017

querer querer

querer querer

é um querer desembestado
feito criança que come o seu doce
com papel e tudo
e sem medo se lambuza feliz, satifeito.
é um querer, tão afoito
que nem medo rola
pois não há tempo para me amedrontar
já que tão bem conheço
o caminho do seu sorriso e,
a dimensão do seu colo.
é um querer bem querer que vc me queira
porque cabe em mim
tudo que existe em você
e eu, você querendo
caberei tão bem em você.
é um querer tão pulsante, latejante
que pulsa mais do que qualquer tesão,
desses que já senti
desses que você já sentiu
que arrebanha todo o corpo
e termina lá não sei onde
mas que fica depois do arco iris
e vale mais que o pote de ouro.
é um querer tão intenso
tão imenso
maior dos meus sonhos.
é um querer tão puro e santo
que me sinto o bebê se alimentando
se esperançando com o amanhã