sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

uma sessão de cinema e alguns caos

[a marli froes]

o ontem que se foi
me deixou poucas alternativas para hoje
que já nasce curto
nessas 16 horas
para o amanhã que já vai chegar.
a luta travada
a curva quadrada
o vazio na tv e na cama
tudo levando ao fim
o branco absoluto do papel.
so há rimas quando não há rumos.
nem prumos
nem próximos.
o som mais colorido
é o elevador que não para
mesmo não subindo com boas notícias.
deveria ser pintado de verde
todos os elevadores.
a minha vista panorâmica
mostra o belo de são paulo
e os primatas na paulista.
há duas garrafas vazias de vinho.