sexta-feira, 28 de maio de 2010

essa noite não

quem disse que
quero você aqui hoje?
meus olhos já não te tocam a tempos
nem em você me completei no revellhon
não nos encontramos na porta do cinema
meu corpo gritava quando pensava em você
e você?
em algum canto, em algum lugar
nunca aqui comigo.
minhas mãos passeiam por onde
nunca deveriam estar
me desfaço em gozo
e a culpa é sua
tem uma estranha nesta cama.