segunda-feira, 6 de junho de 2016

pedido nº 04

quando te encontrar
me ensine a não te perder
ainda guardo a rosa amarela
que resiste como os meus anseios,
o tempo não desidratou