terça-feira, 2 de novembro de 2010

sou dona fulana

01 teto
uma tv de plasma
todos os livros
sem sentido.
fumo não fumo
cheiro não cheiro.
so de vez enquando.
trepo com todos os convites
canto sem melodia todos os rapazinhos
seja mocinho ou bandido
não descarto nenhum assédio
pernas abertas que te quero sempre.
meu clítoris - tudo é nosso
o pau
_meumeumeumeumeutodosmeus.
traço o hemoterapeuta
meu swing é com trilha de forró
pausa...
lavando fica novo
sacodindo a poeira
ageitando as tetas
pronto
la vou de novo...